O Projeto Alumiar de Cinema Acessível oferece um espaço de inclusão social e cultura l para as pessoas com deficiências sensoriais, o que faz do Cinema da Fundação o primeiro do Brasil a tornar acessíveis e exibir na sua programação regular filmes nacionais com três modalidades de acessibilidade comunicacional: Audiodescrição (AD) para pessoas cegas ou com baixa visão; Língua Brasileira de Sinais (Libras) para pessoas surdas, e Legenda para Surdos e Ensurdecidos (LSE).

Numa parceria entre a Fundaj/TV Escola/MEC, foi lançado em novembro de 2017, e no período de um ano, tornou 21 longas-metragens brasileiros acessíveis, selecionados mediante uma curadoria que prioriza a qualidade cultural e artística da obra. Depois de exibidos, quinzenalmente, no cinema, os filmes foram disponibilizados na TV Escola e na TV INES.

O Alumiar destina-se, também, a estudantes, profissionais e pesquisadores da área da acessibilidade, produtores de audiovisual, estudantes de artes visuais e o público em geral. Além de colaborar para a formação de um novo público a partir da inserção de pessoas com deficiências sensoriais no universo do cinema, a ação inclusiva criou um canal de diálogo com profissionais da acessibilidade, promovendo três encontros de cinema e acessibilidade, realizados durante a primeira fase do projeto.

>> Contato direto: [email protected]

EQUIPE ALUMIAR
Idealização e coordenação do Projeto Alumiar | Ana Farache
Supervisão de acessibilidade | Liliana Tavares
Produção | Túlio Rodrigues
Edição e finalização | Rogério Pinto e Luiza Pinto
Estagiárias | Giulianna Miguel e Tafnes Oliveira
Videomaker | Bernardo Lessa
Designer | Hannah Sá

SESSÕES ALUMIAR                                     LIVRO ALUMIAR