Projeto Alumiar leva programação gratuita às cidades de Garanhuns e Triunfo

22 de agosto de 2023

Projeto Alumiar de Cinema Acessível da Fundação Joaquim Nabuco vai aportar no Agreste e no Sertão pernambucano. Em ação que integra a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, que acontece de 21 a 28 de agosto, o Alumiar foi convidado para realizar sessões itinerantes nas cidades de Garanhuns e de Triunfo, em parceria com o Sesc Garanhuns e com a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). A mostra acessível tem o objetivo de facilitar o acesso de todas as pessoas à cultura por meio do cinema e é um projeto do Cinema da Fundação, equipamento cultural da Fundaj vinculado à Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (Dimeca).

“A gente acolhe no Cinema da Fundação algumas cidades da Região Metropolitana do Recife, mas nem sempre conseguimos acessar o interior do estado, então a importância dessas ações é para que a gente afete outras pessoas com deficiência e outros grupos que têm outras barreiras de acesso à cultura”, conta o especialista em acessibilidade e educador do Cinema da Fundação, Túlio Rodrigues.

Nos dias 22 e 29 de agosto, a programação chega ao Cine Jardim, que fica no Centro de Produção Cultural, Tecnologias e Negócios do Sesc (CPC Sesc) de Garanhuns. O espaço que também abrigou o Alumiar durante o Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) vai articular a ida de instituições de pessoas com deficiência da cidade e da região.

Serão exibidos títulos para todas as idades: os curtas A árvore do dinheiro, de Marcos Buccini e Diego Credidio, Salu e o cavalo marinho, de Cecília da Fonte Alves, Recife de dentro para fora, de Katia Mesel, e o clássico O Auto da Compadecida, longa dirigido por Guel Arraes.

Chegando pela primeira vez a Triunfo, o Projeto Alumiar vai integrar um dos mais importantes festivais culturais do município: o tradicional Festival de Cinema de Triunfo, realizado pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e Fundarpe, e que chega a sua 14ª edição. Para possibilitar que mais grupos sejam contemplados pela ação, estudantes com deficiência da cidade, grupos e associações estão sendo mobilizados. No sertão pernambucano, a sessão acessível acontece no dia 31 de agosto, no Cineteatro Guarany, com a exibição de Cine Holliúdy (2012).

“A parceria com a Fundarpe está dando frutos. Tivemos uma experiência muito bonita no FIG e chegar em Triunfo com o interesse da Fundação em dar continuidade a essa parceria soa como uma ratificação desse trabalho. Eu acredito que todo evento precisa de uma ação como essa”, celebra o coordenador do Cinema da Fundação, Luiz Joaquim.

As sessões acessíveis contam com os recursos da acessibilidade comunicacional: Audiodescrição (AD) para pessoas cegas e com baixa visão, Língua Brasileira de Sinais (Libras) e Legenda para Surdos e Ensurdecidos (LSE). Além disso, a sala de cinema fica mais iluminada e com o som reduzido durante as exibições.

Projeto Alumiar itinerante

Um dos pilares do Projeto Alumiar é criar espaços de itinerância e circular por outras cidades de Pernambuco e do país. Dentre os municípios do estado que já receberam as mostras acessíveis estão: Caruaru, Nazaré da Mata, Arcoverde, Vitória de Santo Antão, Carpina, Barreiros, Garanhuns e Jaboatão dos Guararapes.

Projeto Alumiar leva programação gratuita às cidades de Garanhuns e Triunfo